Falando mais um pouco do BigLinux baseado no Manjaro

 O principal objetivo dessa postagem é mostrar que nada mudou em questão ao uso principal do BigLinux, que é a facilidade de uso para o novo usuário, ou aquele usuário que está vindo de outras plataformas e, mesmo os que estavam acostumados ao BigLinux baseado no Ubuntu.

O ponto principal dos questionamentos sempre é: "1º- O que fazer depois da instalação?"; "2º- Como atualizar o BigLinux?"; "3º- Preciso usar o terminal?". As respostas a esses principais questionamentos vem a seguir e em ordem:

1º - Logo após a instalação conforme cada usuário e gostos que cada um tem o seu é ver o que pretende mudar em termos de aparência, temas e afins, para isso a Central de controle do BigLinux irá lhe ofertar com poucos cliques o que você assim desejar, para acessar a central basta abrir o menu ou mesmo logo após a instalação ela estará com um ícone na área de trabalho


Ao lado esquerdo tem as categorias que conforme suas preferências você vai ajustando a seu modo e gosto


2º- É a questão mais importante, verificar e atualizar todo o sistema para o melhor uso, isso se faz bem na barra de tarefas onde conforme estiver ou não o sistema atualizado irá lhe mostrar um sinal de 'correto' (V); ou um ponto de exclamação (!), lhe informando que há atualizações pendentes, clicar nele e irá abrir o Gerenciador de atualizações


Caso seu sistema não esteja atualizado é seguir os botões, atualizar, aplicar..., como o meu sempre está atualizado mostra assim



3º- Você não precisar escrever um só comando no BigLinux que vem pronto para uso, porém não vou te mentir, existe o terminal/konsole, mas que você não precisará dele a menos que faça muita bobagem no seu sistema instalado, tudo o que você precisa você vai encontrar na Big Store que você pode usar a caixa de pesquisa, procurar por categorias enfim, tudo ao alcance de poucos "cliques"

 Clicando em uma das categorias, como Compartilhadores e Torrent 


Que contém aplicativos nativos, ou programas do repositório AUR (Arch User Repository), que nada mais é que scripts para instalação de programas como o google-chrome, apenas um pouco de cautela nessa parte é pesquisar a procedência do script, contudo nada a temer.


Ou mesmo pela caixa de pesquisas da Big Store


BigLinux ainda conta com suporte a pacotes Snap ou Flatpak isso vai do usuário querer habilitar, para isso, basta acessar o Menu do Big > Configurações > Adicionar e remover programas



Com o Pamac-Gtk (Adicionar e remover programas) aberto, você clica nos 3 pontos ... na parte superior, depois em Preferências e digita sua senha de usuário


Feito isso você vai na aba Terceiros rola para baixo e habilita o suporte ao Flatpak

Quanto ao Snap que mencionei acima, bem essa parte você tem que fazer um pouco de pesquisa, já que eu mesmo não o uso e não poderia lhe passar informações de "terceiros".

Espero que isso consiga desmistificar as principais duvidas quanto ao BigLinux

Fonte: Blog Paulo Corrêa Creto

Até a próxima...

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem